sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Haumea: o planeta-anão e plutóide 2003EL61 foi baptizado.

A União Astronómica Internacional finalmente baptizou o Objecto Trans-Neptuniano (136108) 2003EL6. "Haumea", deusa Hawaiiana dos partos e da fertilidade. Haumea é também, em princípio, um planeta-anão, por ter suficiente massa para possuir uma forma de equilíbrio gravitacional (no seu caso bastante achatada), também poderá ser classificado de plutóide por ter um período de translação superior a 200 anos. Como se pode ver, tudo algo complicado.

Mais complicada ainda é a história da sua descoberta. Pablo Santos-Sanz, José Luis Ortiz e Francisco Aceituno, do Instituto de Astrofísica da Andaluzia (Granada, Espanha) anunciaram a sua descoberta a 27 de Julho de 2005. Na altura tudo indicava ser um pouco maior que Plutão o que o poderia classificar como o décimo planeta. Mas pouco depois o bem mais famoso Mike Brown, do Caltech (Pasadena, EUA), anuncia que ele e sua equipa já tinham identificado esse objecto em 2003, não o tornando público, e acusa a equipa espanhola de lhe ter roubado a descoberta. A história assume os contornos de um romance de espionagem e a comunidade astronómica internacional não consegue encontrar forma de lidar com a questão. Nasce o debate sobre a justiça de manter uma descoberta secreta durante tanto tempo e a justiça de correr para anunciar descobertas antes dos outros. As opiniões parecem dividir-se por igual.

2 comentários:

rodericpop disse...

Corrupção política no meio astronômico, isso sim! É obvio que a União Astronômica Internacional que babar na barra da calça de Barack Obama, sabe pq? Pq ele é haviano e nome escolhido pela equipe de Caltech, que é uma equipe AMERICANA, é o de uma deusa haviana.

O nome que os Espanhóis haviam escolhido era Ataecina (Atégina), nome pelo qual os antigos lusitânios e andalusios chamavam a esposa de Plutão. Por causa de trapaças políticas da União Astronômica Internacional Plutão ficou sem sua esposa.

Mas eu não estou nem aí. Quem descobriu e divilgução oficialmente foram os espanhóis, sendo assim o nome que eles deram é o que vale. O planeta é Atégina e ponto final.

André Leal disse...

Sim estou de acordo, a equipe americana após ter descoberto este planetóide, devera ter pensado que era algo insignificante na sua busca por algo maior, logo resolveram não divulgar.
Os espanhóis que o redescobriram, por falta de informação ou não e com mais modéstia e ambição tornaram publica a descoberta e denominaram se de seus descobridores, ainda que a equipe americana tenha, mais mérito, pois foram eles quem realmente o descobriu. No tempo dos descobrimentos quantas terras os portugueses descobriram, e deixaram se qualquer interesse, e numa outra oportunidade, e no fim os espanhóis reivindicaram como descoberta sua.